segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

ERREI E PEÇO DESCULPAS!




Há dois meses noticiei neste blog a morte do adolescente Danilo, de 13 anos, no texto sob o “Para que não se esqueça, Danilo presente!”. Coloquei no texto as impressões e comentários que ouvi diante da comoção de seu passamento, que muito me emocionou também.
Hoje tive e oportunidade de conhecer o pai e uma das irmãs do adolescente, saber um pouco mais de sua vida, de sua história e de como foi a curta existência do Danilo. Pude também compartilhar um pouco da dor que uma perda como essa é capaz de causar e o sofrimento que esta família passa.
            Assim, decidi retirar a publicação do Canhotas, em respeito a essa família, tão ferida. E por entender que acabei criando mais constrangimentos e piorando uma situação que, por si só já é dolorosa demais.
            Neste momento, solicito que todos os Blogs parceiros que repercutiram o texto também o excluam de seus arquivos.
            De cara limpa e coração leve, peço desculpas a esta família, que, generosamente compreendeu minha posição, e a quem tive a oportunidade de externar meus mais sinceros pedidos de desculpas pessoalmente, e que dignamente os aceitou.
            Desejo, honestamente, que todos encontrem um pouco de conforto e que Danilo descanse em paz.



Um abraço

Flávio

quinta-feira, 21 de junho de 2012

ALEXANDRE (V)IVO PRESENTE!




Há exatos dois anos, num dia de jogo da seleção pela Copa do Mundo da África do Sul, Alexandre Ivo  perdeu sua vida.
Vítima de uma violência sem tamanho, Alexandre foi barbaramente espancado, por três homens que sequer lhe deram condições de se defender. Torturado por horas,  Alexandre foi largado em um terreno qualquer, onde morreu vítima das agressões que sofreu.
 Alexandre Ivo foi vítima de HOMOFOBIA!
Mal este que muitos dizem não existir, mas que diariamente acaba com famílias, destrói sonhos e futuros, oprime, humilha, agride, viola direitos e mata!
Neste dia, me solidarizo novamente com Angélica Ivo, que transforma sua dor em luta e me somo a todos aqueles que lutam por um pais justo e livre da homofobia!

Alexandre (V)Ivo, Presente! 



terça-feira, 13 de março de 2012

AIDS, aconteceu comigo...



            Dias atrás estava revirando a net procurando alguns filmes para baixar e encontrei um link para o filme “AIDS, aconteceu comigo...”. Assisti a este filme na minha pré-adolescência, a intenção do filme era alertar para a epidemia do HIV no mundo e mostrar como era a vida (ou sobrevida) das pessoas infectadas em uma época em que não havia garantia de qualidade de vida alguma para quem portasse o vírus.
AIDS, aconteceu comigo (1985)
Junto com os filmes “E a vida continua” e “Kids”, esse filme foi durante muito tempo a referência que eu tinha sobre as DST/AIDS, e até hoje são referências interessantes para se entender como o início da epidemia de AIDS era visto no mundo e as limitações que a doença impunha.

sexta-feira, 9 de março de 2012

Violência Escolar: Bullying, implicações e impactos na aprendizagem e na saúde.



            Fenômeno presente em muitas escolas do país, o bullying tem sido fonte de preocupação de educadores e profissionais de saúde, e mobiliza diversos segmentos da sociedade pela violência com que é praticado, e pela gravidade de suas conseqüências.
            Lisboa, Braga e Ebert (2009) definem o bullying como o fenômeno pelo qual uma criança ou adolescente é exposta a um conjunto de atos agressivos (diretos ou indiretos), que ocorrem sem motivação aparente, mas de forma intencional, protagonizado por um ou mais agressores.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Pode me ligar!



            Há uns meses atrás tive uma conversa bem bacana com duas amigas de longa data. O papo começou quando falamos sobre o tempo de nossa amizade, de como havíamos nos aproximado, das nossas diferenças e da surpresa que causamos nos ex-colegas de escola ao perceberem que não sucumbimos ao natural distanciamento pós-adolescência e nos vemos e nos falamos quase que semanalmente.
Lembro-me que neste dia falamos de nossos atuais projetos, relembramos antigos sonhos, falamos de nós, de como estávamos e de tudo o que passamos juntos, das mudanças, das viagens, bebedeiras, desilusões, erros, acertos e das nossas realizações até ali. Era uma daquelas conversas que só amigos que compartilharam alegrias e tristezas, passaram juntos e se apoiaram durante as tempestades da vida podem ter.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...